Peritos do INSS irão vasculhar Facebook para analisar fraudes

Medidas têm como objetivo evitar a má-fé de eventuais beneficiados.

De acordo com informações divulgadas hoje pela Folha de São Paulo, o INSS passará a adotar efetivamente uma pesquisa virtual por parte de seus servidores sobre a vida do segurado antes da concessão de algum beneficio, ou no caso de revisão de alguns deles. As medidas anunciadas por um médico perito fazem parte de um pente-fino nos casos de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez, nos moldes das informações que o próprio segurado posta em suas redes sociais, como o Facebook, por exemplo. Já não é recente esse posicionamento. A Advocacia Geral da União, que representa a autarquia judicialmente, têm utilizado com frequência em ações judiciais informações divulgadas pelo próprio segurado.

Um dos casos famosos foi o de uma segurada que recebia auxílio-doença por depressão, mas perdeu o beneficio do INSS após postar fotos felizes no Facebook, conforme matéria que o Grupo Asse já publicou no site, mailing e face.

Menu