Como divulgar sua clínica médica respeitando o código de ética

O Grupo Asse há 40 anos além de procurar prestar um serviço diferenciado aos seus clientes da área da saúde  www.asse.com.br, tem divulgado a empresa através de diversas estratégias de marketing.

Quando se trata de profissionais da saúde e clínicas médicas, as opções de divulgações, mesmo pela internet, são mais restritas, mas consideramos abaixo formas de divulgação e como a clínica pode alavancar sua receita de serviços.

Como sabemos, as pessoas têm o hábito de procurar nos sites de busca por nomes de doenças e tratamentos disponíveis. Porém, antes de a sua clínica se fazer presente na Internet ou fora dela, estude se as ações pretendidas são aprovadas pelo código de ética do Conselho Federal de Medicina (CFM).

Então, esteja atento às normas do código de ética e divulgue sua clínica médica respeitando os colegas de profissão e a sociedade como um todo. Confira algumas das principais normas do código:

Ações proibidas:

  • Consultas online;
  • Divulgar tratamentos (os famosos ANTES e DEPOIS) com imagens de pacientes, mesmo se for autorizado por eles;
  • Anunciar promoções, consórcios e preços de consultas;
  • Divulgação do endereço da clínica em redes sociais e distribuição externa de panfletos.

Outro ponto importante é que a comunicação através da Internet exige que sempre sejam divulgados o nome do profissional, seu registro no CRM e o registro de especialidade. Você, como profissional da saúde, é responsável por toda a comunicação realizada. Lembre-se disso.

Para divulgar os serviços da clínica, o médico pode se utilizar de várias ações. A começar pelo site, onde pode descrever todos os serviços oferecidos. Manter a página sempre atualizada e colocar matérias e estudos sobre a sua especialidade com fim científico, com seu nome e especialização e não como propaganda direta para captação de pacientes. Este site deve ser preparado inclusive para ser acessado de aparelhos móveis, como tablets e smartphones, pois muitos pacientes usam o tempo livre durante o caminho entre casa e trabalho ou intervalo de almoço para efetuar estas pesquisas a partir destes dispositivos.

No entanto, apenas manter e atualizar seu site não é suficiente. É preciso que ele seja encontrado. Um estudo do Google em 2012 descobriu que 77% dos pacientes buscam um médico na rede antes de marcarem suas consultas. Por este motivo, em SEO – Search Engine Optimization, ou em português, otimização de mecanismos de busca – é fundamental para que sua clínica figure sempre entre os primeiros resultados.

Pacientes buscam cada vez mais por recomendações de clínicas e profissionais para que possam consultar. Pode cadastrar sua clínica em portais e listagens de serviços de saúde. Isso permitirá muitas visualizações de seu nome, endereço e informações de contato para quem faz este tipo de pesquisa.  Alguns pacientes criam blogs quando satisfeitos com o atendimento da clínica ou do profissional médico e demais pacientes compartilham.

Por fim, estar presente nas redes sociais não é mais uma opção e sim uma real necessidade. Uma das maneiras mais fáceis e eficazes de estar mais perto dos seus pacientes é a criar uma página no Facebook. Mas atenção, a idéia neste caso é criar um espaço institucional, ou seja, da clínica, o que deve ser feito através de umafanpage  e não de uma perfil, como muitas pessoas fazem erroneamente. Se sua intenção é se posicionar como profissional e se tornar autoridade e referência em determinado segmento, é recomendado que se crie um perfil no Twitter e/ou um blog. Entretanto, não basta apenas criar suas contas em qualquer uma destes canais se você não irá alimenta-los com conteúdo. É preciso atualiza-los com conteúdos frequentes e de qualidade, relacionado com o real interesse do seu público de modo a atrai-los e engajá-los.

Mantendo a imagem da empresa

De nada adianta conseguir uma boa imagem se não for capaz de mantê-la. A única forma de ter sua imagem sempre em alta é através de uma boa comunicação e bom relacionamento com seus pacientes.  Como está o seu pós-atendimento?  Liga para o paciente para saber como está passando, conforme ocorre quando o tratamento é cirúrgico?

Um dos pontos mais importantes neste aspecto é a sua logomarca, que de preferência deve estar registrada no INPI. A clínica ou consultório deve possuir uma marca forte e moderna, que passe segurança a seu público e seja facilmente lembrada por ele. Esta marca deve ser zelada e divulgada amplamente através da aplicação em diversos locais, desde fachadas, cartões de visita, formulários de receita e papelaria e até mesmo em canais de mídia. Se você tem alguma dificuldade nessa área, é recomendado que procure uma boa agência de publicidade e comunicação visual.

Uma outra ação simples e de baixo custo é cadastrar seus e-mails dos seus pacientes e enviar a eles newsletters informativos, com notícias e artigos sobre saúde e felicitações de aniversário, por exemplo. Este cadastro pode ser feito por softwares de gestão médica, que além do cadastro de pacientes oferece serviços de prontuários customizáveis, prescrição eletrônica e envio de SMS com lembretes de agendamento, entre outras funções que facilitam a interação com os pacientes.  Tem programas, que conforme vai se aproximando o dia da consulta, o paciente vai sendo informado.

Apesar de consumir um tempo e demandar investimentos, a divulgação da sua clínica a novos pacientes e um bom relacionamento com aqueles já existentes é que farão com que eles lembrem de você e seus serviços sempre que precisarem.  Deve-se sempre lembrar “nunca esqueça de um paciente, para que ele nunca se esqueça de você”.

Menu