CBO luta pela inclusão de importantes procedimentos oftalmológicos no Rol da ANS.

“Doutor Nelson Louzada, cliente do Grupo Asse há mais de 40 anos nos enviou este informativo o qual repassamos aos prezados médicos.”

A revisão do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde é processo contínuo e periódico realizado pela ANS.

Terminou em 26 de julho de 2017 o processo de consulta pública para atualização do Rol de Procedimentos e Eventos da Saúde da ANS, que representou etapa decisiva para a incorporação do crosslinking corneano e a alteração da Diretriz de Utilização (DUT) do tratamento ocular quimioterápico com antiangiogênico , possibilitando a sua utilização para edema macular secundário à retinopatia diabética macular secundário à oclusão de veia central da retina (OVC) e para edema macular secundário a oclusão e ramo de veia central da retina (ORVC).

A revisão do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde é processo contínuo e periódico realizado pela ANS. Os procedimentos são atualizados para garantir o acesso ao diagnóstico, tratamento e acompanhamento das doenças através de técnicas que possibilitem o melhor resultado em saúde.

O Rol elenca os procedimentos que obrigatoriamente devem ser garantidos pelos planos de saúde contratados a partir da entrada em vigor da Lei nº 9.656/98, os chamados planos novos, ou por aqueles que foram adaptados à lei.

A proposta atual prevê a incorporação de 15 novos procedimentos e alterações de DUTs já existentes.

A proposta de revisão do Rol foi elaborada a partir do resultado de reuniões do Grupo Técnico composto do COSAÚDE, entre as quais o CBO.

Nos encontros do Grupo Técnico, foram discutidas 171 solicitações de alteração do Rol.

Após os debates todas as propostas consideradas pertinentes foram consolidadas na minuta de Resolução Normativa que foi submetida à Consulta Pública.

Nas próximas semanas, a versão final da norma de atualização do Rol será encaminhada à Diretoria Colegiada da ANS, instância responsável pela deliberação final.

De acordo com o integrante da Comissão de Saúde Suplementar e SUS do CBO, Reinaldo Ramalho, o processo de revisão do rol de 2017, foi extremamente positivo para a oftalmologia.

O CBO realizou consulta a todas as sociedades temáticas filiadas sobre atualizações necessárias.

Depois disso, a comissão, como representante do CBO, participou do amplo processo de discussões para a elaboração da minuta da Resolução Normativa, quando conseguimos inserir importantes pontos, com destaque para o tratamento ocular antiangiogênico para retinopatia diabética e oclusão macular.

Também tivemos, por iniciativa da ANS, a inclusão do crosslinking corneano.  Estas mudanças, quando aprovadas, beneficiarão milhões de pacientes em todo o Brasil, declarou Reinaldo Ramalho.

O novo Rol de Procedimentos e Eventos entrará em vigor em 01 de janeiro de 2018.

Menu